Vereador suspeito de assalto a banco ganha liberdade

O vereador de Mata Grande, João Sérgio Oliveira Pereira suspeito de envolvimento em assalto a banco, foi solto nesta segunda-feira (28), três dias após ser preso.

O acusado recebeu um habeas corpus expedido pelo juiz Jairo Xavier Costa, titular da comarca de Mata Grande, segundo informações do Tribunal de justiça de alagoas (TJAL).

O vereador e subgerente de uma agência bancária em Canapi, foi preso numa operação de combate a roubo a bancos no interior de Alagoas e em outros estados que resultou na prisão de oito pessoas.

A ação realizada em conjunto pelo Grupo de Combate às Organizações Criminosas, do Ministério Público, Polícia Civil e Polícia Militar de Alagoas e Pernambuco, teve a participação de 30 pessoas e cumpriu 16 mandados de busca e apreensão e dois de prisão, expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital, nas cidades de Mata Grande, Canapi e Delmiro Gouveia.



Entenda o caso

Num trabalho de campo, um agente infiltrado do Gecoc descobriu que a casa do vereador João Sérgio guardava armamento pesado e vários pacotes de dinheiro.

Durante cumprimento de mandado de busca e apreensão na residência do vereador na semana passada, foram apreendidos um revólver calibre 38, uma espingarda 12 e uma luneta para fuzil, com mira infravermelha (para visão noturna).

Ele foi preso em flagrante delito por posse ilegal de armas.





Por Estadão Alagoas

terça-feira, 29 de julho de 2014 | 13:26 | tópicos: | Veja mais »

'Carroça dos Livros' é usada para incentivar a leitura em Coruripe

'Expedição Alagoas', série da TV Pajuçara sobre as Eleições 2014, mostra o exemplo de superação de um povoado

Os moradores do povoado de Barreiras, no municipio de Coruripe, no Sul de Alagoas, estão dando uma mostra de como a educação está mudando a realidade do lugar. A Escola Municipal José Carvalho Souza conquistou a nota 10 no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educaçãoi Básica).

De acordo com a diretora da escola, Josenete Portela, é o incentivo à leitura e a dramatização das histórias literárias que estão fazendo a diferença em uma comunidade, que antes vivia com medo da violência. Isso porque dez alunos da escola já foram assassinados por conta do tráfico de drogas. A realidade ainda existe, diz a diretora. "Mas abraçamos e damos carinho da mesma forma a estes que ainda estão à margem do processo, para que sejam tocados por esta filosofia", completou.

Além da escola, é na rua que a literatura vem tomando força. Com o projeto da "Carroça de Livros", idealizado pela ex-professora, Juvina Alice, os moradores doam e recebem livros. Os alunos vão às praças e fazem contação de histórias fantasiados como os personagens das fábulas.

O projeto completou dois anos e já distribuiu centenas de livros. A comunidade espera ter mais apoio dos novos governantes que assumirão os destinos do Estado nas próximas eleições.





Por TNH

segunda-feira, 28 de julho de 2014 | 20:54 | tópicos: | Veja mais »

A Propaganda Eleitoral corre solta pelos candidatos nas Redes Sociais

Apesar da campanha eleitoral no sertão de Alagoas ainda não ter começado. Nas redes sociais já começou a um bom tempo além do mais pelo próprios candidatos que utilizam de sua páginas em redes sociais como: Facebook, Whatsapp e outras para divulgar as suas imagens. E em se tratando de alavancar as suas imagens os candidatos utilizam de todas as formas tendo como a principal o público.

Confira abaixo o que os candidatos ao governo de Alagoas estão publicando em sua páginas no Facebook:

Benedito de Lira (PP)

O candidato Benedito de Lira tem aproveitado em sua fan page para convidar o público para as suas caminhadas, usado da imagem de incentivo de seu público eleitor e tem usado do humor com tiras ilustrativas para a sua campanha



Renan Filho (PMDB)

O candidato Renan Filho tem em sua fan page usado a imagem de seu público eleitor, recursos de materiais de campanha com imagens de plotagem de veículos, imagens de seus parceiros de chapa, família e outras para alavancar a sua imagem.



Mario Agra (PSOL)

O candidato Mário Agra em seu perfil tem usado banners de campanha, e feito críticas a seus adversários políticos e cobrado melhorias além de agradecer aos seus eleitores.




Joathas Albuquerque (PTC)

O candidato Joathas Albuquerque tem utilizado de sua fan page para expor uma matéria em um site de notícias que retrata a representação judicial que o mesmo junto ao seu partido fez contra uma sabatina de seus concorrentes ao governo do estado. O motivo seria a exclusão do mesmo na Sabatina que teve como participantes apenas os candidatos: Benedito de Lira, Renan Filho e Eduardo Tavares.




Golbery Lessa (PCB)

O candidato Golbery Lessa tem utilizado de sua Fan page para expor fatos históricos de luta de seu partido e banners de campanha.




O candidato Luciano Balbino (PTN) não foi encontrado na rede social Facebook. Os até então candidatos Eduardo Tavares (PSDB) e Jeferson Piones (PRTB) desistiram na ultima Quinta-feira (24) da disputa pelo governo do Estado.




Por redação




sábado, 26 de julho de 2014 | 11:45 | tópicos: | Veja mais »

Noivo com câncer realiza sonho e se casa três dias antes de morrer

Cerimônia foi em hospital de Botucatu (SP).
Doença surgiu um ano depois que os dois começaram a namorar.


Buquê, alianças, noivos, família, amigos e amor. O casamento de Michele Alves de Oliveira e João Marcos da Silva teve todos os ingredientes de uma cerimônia tradicional, não fosse pelo lugar onde aconteceu: dentro de um hospital de Botucatu (SP). A união simbólica foi o último desejo do noivo, que morreu três dias depois, vítima de câncer em múltiplos órgãos. ()
O noivo descobriu há quatro anos que tinha câncer no abdômen. Após a primeira cirurgia para tentar conter o avanço do tumor, ele pediu Michele em casamento. No entanto, a doença continuou evoluindo e os planos do casal foram adiados até o dia 30 de junho, quando a união aconteceu, com direito a vestido branco, música e muita emoção.
No corredor, a noiva usava um vestido branco curto e foi guiada até o altar improvisado onde o noivo a esperava. Um painel foi fechado no corredor para dar privacidade à cerimônia. João estava internado no hospital havia três semanas quando ficou sabendo pelos médicos que teria só mais alguns dias de vida. Ele resolveu, então, realizar o sonho de se casar com Michele, com quem namorava há cinco anos.
O jovem passou por vários tratamentos e internações desde que descobriu a doença. Na última passagem pelo hospital, em junho, os médicos avisaram que ele precisaria passar por uma nova cirurgia, que João não aceitou. “A equipe médica alertou que ele não teria muito tempo de vida, mas, quando conversamos, ele me disse que só tinha um sonho para realizar antes de morrer, que era se casar comigo", conta Michele.
A tão esperada união teve ajuda da equipe médica. “Ela saiu triste da sala perguntando se seria possível casar dentro do hospital. Sabíamos que não era fácil, nem comum, mas agimos com o coração”, lembra a técnica em enfermagem Kelly Cristina da Silva, de 23 anos. Na sequência, os funcionários fizeram uma "vaquinha", organizaram a festa que ficou pronta em dois dias, com direito a bolo e salgadinhos, além da presença de um pastor.

Cerimônia
Apesar de não ter tido tempo de planejar o casamento como a maioria das noivas sonha, Michele conta que o resultado no hospital foi marcante. “Foi tudo muito delicado, simples e bonito. Ele dizia que estava muito feliz e que eu estava linda”, lembra emocionada a noiva que cantava e segurava as lágrimas durante a celebração.

Convidada 'por acaso'
Entre médicos, enfermeiras, parentes e amigos próximos do casal, uma das pessoas que acompanhava a cerimônia estava lá por um acaso. Uma funcionária administrativa do hospital passava pelo quarto do noivo, quando descobriu o que estava acontecendo e se tornou fotógrafa oficial da cerimônia.
“Achei que já tinha visto de tudo dentro de um hospital, e, de repente, vejo essa história bonita de amor acontecer e se realizar. Lindo demais", afirma a funcionária, que prefere não ser identificada.
A "fotógrafa" até postou em uma rede social sobre o quanto estava emocionada em participar daquele momento por acaso. “É impossível descrever a sensação que eu senti e sinto ainda ao pensar em tudo que passei ali naqueles 40 minutos. Deus sabe o quanto eu me segurei para não cair em lágrimas.”
Anos de namoro e dias de casamento
João morreu três dias depois da cerimônia que comoveu o hospital. Para a noiva Michele, o que fica são as lembranças dos bons momentos de anos de namoro e dos poucos dias de casamento. “Nunca o vi reclamando. Ele era divertido, extrovertido, animado, sempre brincalhão e tinha muita fé em Deus. É isso que eu vou guardar do meu noivo.”




Veja o video: Clique Aqui



Por G1


sexta-feira, 25 de julho de 2014 | 00:00 | tópicos: | Veja mais »

Eduardo Tavares desiste de disputar Governo de Alagoas

Por meio de Rede Social ET comunicou sua decisão

No fim da Tarde desta Quinta- Feira (24) O até então candidato ao governo e Procurador de Justiça do Ministério Público de Alagoas Eduardo Tavares (PSDB) '' ET '' comunicou por meio de sua página no Facebook a sua decisão em desistir de disputar ao governo do estado. Eduardo era o candidato do palácio lançado pelo atual governador Teotônio Vilela (PSDB), ET como é popularmente conhecido vinha se mantendo no posto de candidato situacionista, porém com um certo desgaste por ser o candidato do atual governador Teotônio Vilela que tem uma grande rejeição comprova pelo Solitarismo que o mesmo vinha enfrentando fazendo com que a candidatura de seu suposto sucessor não decolasse.

Com a desistência confirmada pelo próprio Eduardo Tavares a disputa pelo governo de Alagoas fica polarizada entre os candidatos: O Senador Benedito de Lira (PP) e o Dep. Fed. Renan Filho (PMDB). Os tucanos podem de forma emergencial lançar um novo nome para o governo ou se renderem e darem apoio a Biu (PP) ou Renan (PMDB). No caso possível de apoio é mais viável que o ex-aliado candidato Benedito de Lira (PP) receba o apoio fazendo assim com que fortaleça a sua candidatura.









Por redação

quinta-feira, 24 de julho de 2014 | 14:36 | tópicos: | Veja mais »

Não tem nada de novo na Disputa pelo Governo do Estado: Biu e Teo dança jingle da campanha e outros fatos que devem ser reelembrados


O novo já nasceu velho na disputa majoritária de Alagoas. E o eleitor parece indiferente ao cardápio que lhe foi oferecido. É tanta “novidade” na disputa pela sucessão de Teotonio Vilela Filho (PSDB) que o eleitor pode até ficar confuso, se não estiver bem informado, claro.
Por isso, o blog resolveu voltar a traduzir para o bom Português os motes de campanha dos três candidatos a governador de Alagoas que lideram as intenções de voto da última pesquisa do Ibope (leia sobre a pesquisa aqui).
Veja que todos têm algo de muito velho e estático em comum, por ordem de pontuação no Ibope:
Renan Filho (PMDB)
Na pré-campanha, o candidato Renan Filho (PSDB) usou o lema “Um novo caminho para Alagoas”. Novo em idade, o peemedebista de 34 anos está ao lado do que há de mais tradicional na política de Alagoas e do Brasil, na coligação “Com o povo para Alagoas Mudar” (PV, PT do B, PMDB, PROS, PC do B, PSC, PHS, PTB, PSD, PDT e PT).
Não se trata apenas do pai Renan Calheiros (PMDB), que preside o Senado pela terceira vez. Renan Filho quer convencer o eleitor que esse “novo caminho” tem como elemento indispensável a reeleição do ex-presidente da República Fernando Collor (PTB), candidato a senador em sua chapa.
Este grupo agora quer mostrar que Alagoas deve mudar o rumo da política trilhada pelo governo Téo. Mas o eleitor deve lembrar foi Renan que cuidou do pré-natal do atual governo tucano, com o apoio do então governador Ronaldo Lessa (PDT), hoje coordenador político da coligação também chamada de Frente de Oposição. Mas ninguém vai assumir essa paternidade numa época dessa.



A coligação do peemedebista também apoia a reeleição da presidente Dilma Rousseff – do PT de Lula que governa a nação com o apoio do grupo político de Renan Filho há quase 12 anos.
Nos primeiros quatro anos desta Era Petista, quem governava Alagoas em seu segundo mandato era Lessa. Além de ter acusado Fernando Collor de roubo em uma de suas campanhas (veja o vídeo), Lessa constrangeu Lula durante a inauguração do Aeroporto Zumbi dos Palmares, em 2005, afirmando que o petista “enterrou o País”.
O Lula que hoje abraça Collor no palanque de Renan Filho é o mesmo que foi acusado de ter sugerido o aborto da filha Lurian à sua mãe Miriam, no escândalo histórico arquitetado pela campanha do ex-presidente alagoano em 1989, e veiculado em sua propaganda eleitoral. E o PT de Dilma e Lula é o mesmo a quem Collor acusou de possuir prefeituras ligadas a cobranças de propina.
Renan Filho ainda tem como apoiador o ex-prefeito de Maceió, Cícero Almeida (PRTB), que estava no palanque de Benedito de Lira (PP) e de Téo há quatro anos.
Agora, o eleitor precisa confiar que um projeto de governo de Renan Filho irá superar os vícios das práticas políticas recentes deste grupo formado por políticos de carreira que, apesar de estarem no poder há tantos anos, não evitaram a manutenção e o agravamento dos trágicos índices sociais de Alagoas, na criminalidade, educação e desenvolvimento humano.
Não foi herdado por Renan Filho apenas o peso dos escândalos de proporção nacional em que o pai se envolveu. Por isso, o candidato lançou mão da construção popular e democrática de um plano de governo. E Renan pai jura que o Filho é feito das virtudes pinçadas do resultado de pesquisas qualitativas sobre os desejos do eleitorado.
O candidato peemedebista se apresenta como “produto perfeito”, com embalagem atraente e conteúdo a conferir.
Benedito de Lira (PP)
Do lado da coligação “Juntos com o povo para Alagoas mudar” (PPS, PP, PSDC, PRP, PR, PSL, PSB, DEM, SD), o candidato a governador Benedito de Lira se apresenta como o político capaz de resolver os problemas de Alagoas. O senador eleito em 2010 na chapa majoritária de Teotonio Vilela Filho apelava até abril pelo apoio do governador tucano. E também ficou decepcionado com o fato de o PT de Dilma lhe virar as costas quando ele mais precisava.
Enquanto lutava pelo apoio de Téo e Dilma, Biu flertava com o projeto presidencial de Eduardo Campos. Sem opção, conseguiu, em uma única cartada, formar aliança com o PSB de Campos e outros partidos da base Téo. E se voltou, de uma só vez, contra ex-aliados tucanos e petistas que rejeitaram seu projeto de governar o Estado. Mas no último instante, ganhou o DEM como aliado, e Omar Coelho tornou-se um candidato a senador que pede votos para Aécio Neves, adversário de Dilma e de Campos. Ninguém é de ninguém nesse palanque.
Com 72 anos de idade, Biu de Lira quer a todo o momento se afirmar como homem saudável e capaz de trabalhar. Não se pode condenar Biu por se eleger senador em 2010, explorando a falta de talento para a dança e fazendo graça com anedotas agressivas ditas por personagem de animação. Mas está claro que os debates de propostas na disputa pelo comando do Executivo vão exigir muito mais que a caricatura de um candidato engracadinho e com frases de efeito na ponta da língua.

O usineiro João Lyra, deputado federal pelo PSD, é mais um aliado da velha “açucarocracia” alagoana que Biu tentou concentrar ao seu lado. Mas o deputado federal e industrial à beira da falência cedeu à pressão do PSD nacional e se aliou a Renan Filho.
Biu se contentou em ter outro deputado federal usineiro em seu palanque, Alexandre Toledo (PSB), como vice. Mas o senador já tinha relação próxima com a oligarquia do açúcar. Seu suplente é o usineiro Givago Tenório (PSDB), que assume o mandato em agosto, quando Biu se licenciar para investir na campanha.
Assim como os Calheiros, Biu conseguiu “trazer recursos” para obras em Alagoas, principalmente em Maceió, numa parceria com o ex-prefeito Cícero Almeida. Ele apresenta portfólio extenso neste quesito, desde a época de deputado federal, graças à relação próxima que ainda mantém com o PT. Entre as empreitadas articuladas por Biu, está o inacabado projeto do VLT, que deveria estar levando passageiros de Rio Largo até o shopping de Mangabeiras, com frequência muito maior que a atual.
E se “Biu resolve”, como diz um dos lemas criados pelos seus marqueteiros, sua primeira experiência coordenando uma gestão não é a cara do sucesso propagado pelos seus ex-indicados para comandar a pasta da Educação do governo de Téo, desde 2011.
De lá para cá, nem sua gestão nem a do governo do qual fez parte fizeram Alagoas melhorar seus vergonhosos indicadores. Segundo o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em inglês), Alagoas tem o pior desempenho nas três áreas avaliadas com base em dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2012: matemática, leitura e ciências.
Agora, um dilema se apresenta para Biu e seus eleitores resolverem: como ser aliado e adversário de todos os campos da política nacional e ainda atrair votos conscientes dos alagoanos? Benedito já respondeu que não é oposição a ninguém. Será este seu trunfo?
Eduardo Tavares (PSDB)
De olho no cenário dos adversários e na forte rejeição ao seu próprio governo, Teotonio Vilela Filho viu no procurador de justiça Eduardo Tavares um nome do PSDB capaz de fugir às regras da política tradicional caeté. Mas a criatura se confunde com o criador da coligação “Um novo jeito de fazer” (PSDB / PRB).
Téo é a bússola na reintrodução do ex-vereador de Traipu à política eleitoral de Alagoas. Nesta função de oráculo, o governador aproveitou a necessidade de trocar o comando da Defesa Social e fez de Eduardo Tavares um “novo ex-secretário” em 72 dias, chamando de desempenho a aparição de sua invenção na pasta que concentra os principais problemas de sua gestão.
O governador também pediu calma quando a tripulação da nave sumiu no momento de formação da chapa. E o marketing político logo se apressou para tornar positivo o apelido de ET e traduzir o fracasso do isolamento político de Téo com a expressão “solidão virtuosa”.
Mas nunca se está só, quando se representa um projeto de oito anos, com sombras das alianças de um passado bem recente.
Téo, o tutor do candidato ET, construiu parte importante deste planeta com o auxílio de ex-aliados como Renan Calheiros e Benedito de Lira. Se Téo não tivesse feito tão bem os conchavos com os seus atuais adversários, talvez nem existisse o quadro da velha política coronelista de Alagoas que o candidato tucano diz combater.
A relação de Renan com Téo já foi tão próxima que houve e ainda há rumores de que ET faria parte de uma suposta estratégia do governador tucano para favorecer a candidatura de Renan Filho, com vistas à assunção de um cargo vitalício no Tribunal de Contas da União.
Tal boato tem como base o fato de a dupla Renan e Téo já ter vencido três eleições consecutivas como aliados, em 1994 e 2002, quando conquistaram mandatos de senador, e em 2006, com Renan apoiando a conquista do primeiro mandato do tucano para o Palácio República dos Palmares.



Se em 2006, Téo e Renan apoiavam Ronaldo Lessa para o Senado. Em 2010, Téo se elegeu em parceria com Biu de Lira e Cícero Almeida, contra Lessa, Collor e Renan. Mas muito antes do fim de seu segundo mandato, o governador tucano já rompeu a aliança com Biu, Almeida e todos os demais partidos que apoiaram sua reeleição.
“Esse é o novo”, diz um dos lemas de campanha do ET tucano de 59 anos. Mas não há novidade alguma na iniciativa do ex-chefe do Ministério Público em se aliar à oligarquia do açúcar e ao seu maior representante da atualidade. Téo não teve sucesso ao tentar atrair o colega usineiro João Lyra para a chapa de ET, nas vésperas das convenções. Mas Tavares terá o apoio de outro membro da “açucarocracia” alagoana, o presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Toledo (PSDB), que se assustou há alguns dias quando soube que Téo quer mesmo eleger ET.
Eduardo Tavares também é ex-amigo do senador Fernando Collor, que teve participação política na sua primeira eleição para o comando do MP, em 2009; quando o ex-presidente esteve bem próximo ao governador Téo. Em retribuição ao apoio político, ET chegou a permitir que Collor indicasse pessoa de sua confiança para assessorá-lo quando conquistou a Procuradoria Geral de Justiça (PGJ). Hoje, Collor e ET não mais frequentam os mesmos ambientes.
É... a velha política alagoana está mesmo transformada. De uma abarrotada colcha de retalhos, foi feita uma "novíssima" peça de fuxico.



Por redação com Blog do Davi Soares


quarta-feira, 23 de julho de 2014 | 09:28 | tópicos: | Veja mais »

Governo Federal lança edital para dois concursos públicos, são 243 vaga

O Governo Federal abriu edital para concursos públicos de duas agências reguladoras, a Agência Nacional de Transportes Aquáviários (ANTAQ) e a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL). Somadas, serão 243 vagas ofertadas nas agências para nível médio/técnico e superior, com salários que podem chegar à R$ 11.403,90.

ANTAQ

Para a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) publicou o edital de concurso público nº. 1, de 17 de julho de 2014. O certame, a ser executado pela Cespe/UnB, oferece 143 vagas para profissionais de níveis médio/técnico e superior, com salários de até R$ 11.403,90.

Cargos

Analista Administrativo, das áreas de Ciências Contábeis, Analista de Infraestrutura, Analista de Sistema/Negócios, bem como para qualquer área de formação. Há também chances para Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários (área Econômico-Financeira e qualquer área de formação), Técnico Administrativo e Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários.

Apostila para Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários - Antaq

Apostila para Técnico Administrativo - Antaq

As vagas são para Brasília (DF), Belém (PA), Manaus (AM), Paranaguá (PR), Porto Velho (RO), São Luís (MA), Salvador (BA), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Porto Alegre (RS), Recife (PE), São Paulo (SP) e Vitória (ES). Aos candidatos portadores de necessidades especiais, ficam reservadas 5% das vagas e aos afrodescendentes 20% das vagas.

Inscrição

Será admitida a inscrição somente via internet, no endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/antaq_14, solicitada no período entre 10:00 do dia 25 de julho e 23:59 do dia 13 de agosto de 2014, observado o horário oficial de Brasília/DF.

A taxa de inscrição é de:

Nível superior: R$ 120,00;

Nível médio: R$ 80,00.

Prova

O concurso será composto de provas objetivas, discursiva, avaliação de títulos e perícia médica.

As provas objetivas, a prova discursiva, a avaliação de títulos e a perícia médica dos candidatos que se declararam com deficiência serão realizadas nas cidades de Belém (PA), Brasília (DF), Corumbá (MS), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Paranaguá (PR), Porto Alegre (RS), Porto Velho (RO), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Luís (MA), São Paulo (SP) e Vitória (ES).

As provas objetivas e a prova discursiva terão a duração de 4 horas e 30 minutos e serão aplicadas na data provável de 28 de setembro de 2014, sendo pela manhã para candidatos de nível superior e, pela tarde, para os que concorrem a cargos de nível médio. Locais e horários das provas serão divulgados pela Cespe a partir do dia 22 de setembro de 2014.

Os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas serão divulgados a partir das 19 horas da data provável de 30 de setembro de 2014. Já o resultado final das provas objetivas e o resultado provisório na prova discursiva serão publicados provavelmente no dia 27 de outubro de 2014.

Para a avaliação de títulos, receberá nota zero o candidato que não entregar os títulos na forma, no prazo, no horário e no local estipulados no edital de convocação para a avaliação de títulos.

Validade

O concurso público será válido por 01 ano, contado a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

ANATEL

A Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), com sede em Brasília - DF, divulgou o aguardado edital nº 1/2014 de concurso público para o provimento de 100 vagas, distribuídas entre cargos de nível médio e superior. A remuneração dos futuros contratados varia de R$ 5.418,25 a R$ 11.403,90.

Apostila ANATEL 2014 - Técnico Administrativo

As 32 vagas de nível intermediário ou técnico são para o cargo de Técnico Administrativo, nas especialidades Administrativo, Comunicação e Técnico em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações. Para os graduados, são 68 oportunidades nos cargos de Analista Administrativo e Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações. Esses cargos requerem formação em áreas como Administração, Arquitetura de Soluções de TIC, Desenvolvimento de Sistemas de Informação, Engenharia Civil e Suporte, Infraestrutura de TI, Mídia Digital, Contabilidade, Economia, Engenharia, Métodos Quantitativos e Direito.

As inscrições estão abertas até o dia 1º de agosto de 2014, por meio do endereço eletrônico do Cespe/UnB (www.cespe.unb.br/concursos/anatel_14), mediante o pagamento de taxa de R$ 50,00 ou R$ 100,00, dependendo do nível do cargo pretendido.

O candidatos que se enquadrarem nas condições previstas no edital e que pretendam pedir isenção da taxa de inscrição, deverão realizar os procedimentos necessários no mesmo período informado.

A seleção para os cargos de Analista Administrativo e de Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações será composta de provas objetivas, prova discursiva, avaliação de títulos e Curso de Formação Profissional. Candidatos aos cargos de nível médio farão somente provas objetivas.

As provas objetivas e discursiva para os cargos de nível superior serão aplicadas na data provável de 14 de setembro de 2014, no turno da manhã. Já as provas objetivas para os cargos de nível médio serão aplicadas na mesma data de 14 de setembro de 2014, porém no turno da tarde.

O prazo de validade do concurso se esgotará após um ano, contado a partir da homologação do resultado final para cada cargo, podendo haver prorrogação.




Por TNH

| 09:19 | tópicos: | Veja mais »

PROFESSORA É ASSASSINADA A TIROS EM MATRIZ DE CAMARAGIBE

Na manhã desta quarta-feira, por volta das 6h17, um crime deixa inquieto o dia na cidade de Matriz de Camaragibe, litoral norte de Alagoas. A Professora Sandra Maria da Silva Lopes de 36 anos foi morta à tiros na Rua Governador Luiz Cavalcante, antiga ‘Rua do Coqueiro’, no centro de Matriz de Camaragibe.

A Professora era lotada na Rede municipal de ensino do município de São Luís do Quitunde e era Pós-Graduada em Pedagogia, a mesma ainda trabalhava como coordenadora no município de Porto de Pedras.

Sandra estaria esperando uma Van de Transporte alternativo com destino à São Luís, quando foi surpreendida por vários disparos vindos em sua direção, sem reação a mesma tombou no local e morreu na hora.

A Polícia Civil de Matriz, por meio das diretrizes investigativas do delegado Ailton Soares Prazeres, informou que um homem até então não identificado seria o autor do atentado que resultou na morte da professora, os disparos foram provavelmente oriundos de um revólver, pois segundo a PC uma cápsula foi encontrada ao lado do corpo. A Polícia deve requisitar as imagens do circuito de Câmeras de vídeo da cidade de Matriz, onde podem estar detalhes do ocorrido.

A Professora era casada com o trabalhador rural José Carlos da Cruz de 45 anos, a mesma tinha dois filhos, o marido em estado de choque contou que a mesma não tinha problemas com ninguém. A Polícia abriu um inquérito para investigar o fato.




Por 40 Graus AL

| 09:17 | tópicos: | Veja mais »

Familiares e amigos realizam Cortejo Fúnebre Animado em Arapiraca com direito a Fogos


Festa, faixas, carro de som e fogos, ninguém imagina que esse seja o cenário de um cortejo fúnebre, mas o fato inusitado aconteceu na tarde desta segunda-feira (21), em Arapiraca, para realizar a passagem de Heleno Matias da Silva, de 35 anos, que faleceu no último domingo, após ser vítima de um acidente de moto.

Durante o cortejo, não se via tristeza, os parentes e amigos justificaram que a vítima era uma pessoa irreverente e alegre e resolveram realizar o cortejo de maneira animada condizente com o que Heleno foi em vida.

O cortejo saiu da casa onde Heleno morava e passou em frente ao bar onde ele trabalhava. “No lugar de dar tristeza, nós buscamos alegria. Ele era uma pessoa que gostava de farra e não conseguia ver ninguém triste, era uma pessoa muito boa”, declarou Vânio Lima, que se identificou como amigo-irmão de Heleno.

Vãnio contou que realizar o cortejo desse modo foi uma decisão da família e dos amigos. “Até a mãe dele preferiu assim. No cemitério a gente não via ninguém triste”, disse ele.

O amigo do morto afirmou nunca ter participado de um cortejo assim, mas colocou que Heleno era uma pessoa alegre a não gostaria de ver as pessoas chorando.

Fatalidade

O acidente que vitimou Heleno ocorreu na Avenida José Alexandre, próximo a Unidade de Emergência do Agreste, na manhã do último domingo (20).

Ele conduzia uma Honda CG 140 e teria perdido o controle da motocicleta. No momento do acidente sua esposa estava na garupa na moto, ela sofreu apenas escoriações.


Por redação com 7 Segundos

terça-feira, 22 de julho de 2014 | 20:12 | tópicos: | Veja mais »

Professores de Alagoas são mais sobrecarregados, diz pesquisa

Pesquisa internacional aponta que, em média, o Brasil tem 30,8 estudantes por sala; número chega a 50 no Estado

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), divulgou, em 25 de junho desse ano, a Pesquisa Internacional sobre Ensino e Aprendizagem (Talis – sigla em inglês) e nela se constatou que a há sobrecarga na vida profissional do professor no país.
Ao todo, foi analisado o dia a dia de professores de 34 países e no Brasil, apenas 40,3% do magistério são contratados em tempo integral nas escolas, enquanto a média mundial chega a 82,4%. Ainda de acordo com a Talis, o professor brasileiro é sobrecarregado pela quantidade de alunos em sala de aula. No país, são em média 30,8 estudantes em classe. Enquanto que a média mundial é de 24,1.
Em Alagoas, segundo relatos do vice-presidente do Sindicato dos Professores do Ensino Privado em Alagoas (Sinpro) e da presidente do Sindicato das Trabalhadoras e Trabalhadores em Educação de Alagoas (Sinteal), a média de alunos por sala é entre 45 e 50.
“Assim não dá para acompanhar a evolução dos estudantes. Cada um deles é um ser diferente e que requer formas e linguagens específicas”, reclama Eduardo Vasconcelos, vice-presidente do Sinpro.

O fato de haver poucos contratos de trabalho em tempo integral faz com que esses profissionais busquem outros locais para exercer sua função. Além dos baixos salários da categoria. Em média, um professor alagoano da rede privada recebe 20 reais por hora/aula.

“Isso gera estresse, baixando a qualidade do ensino”, disse Eduardo Vasconcelos.
Para ele, só o tempo gasto em pedir que as turmas gigantescas façam silêncio já interfere na qualidade do ensino ofertado. Além de estresse que isso causa e danos à saúde do professor. “A maioria das salas de aula alagoana sequer tem um amplificador de voz. O professor fica rouco. E a voz é o nosso instrumento de trabalho”.

O sindicalista destaca que a pesquisa da OCDE coincide com a realidade de Alagoas, principalmente na educação infantil. “Nessa fase é necessário mais cuidados com os estudantes. Eles ainda são crianças e precisam de mais atenção”.



Por Tribuna Hoje

| 16:19 | tópicos: | Veja mais »

PT processa Aécio Neves por peculato e prevaricação

Partido acaba de entrar com representação criminal contra Aécio em razão do aeroporto construído em terras que já pertenceram à sua família

Como havia decidido ontem, o PT pediu nesta terça-feira 22 ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, investigação contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), candidato à Presidência da República, pelos crimes de peculato (crime cometido contra a administração pública) e prevaricação. A representação se deve à construção de um aeroporto no município de Cláudio, em Minas Gerais, em terras que pertenceram ao tio de Aécio, na época em que o tucano era governador do estado.

"Os fatos são gravíssimos e merecem rigorosa apuração do Ministério Público, tanto em âmbito federal como em âmbito estadual, para apuração não só de atos de improbidade administrativa, mas de eventuais crimes", afirmou ao 247 o coordenador jurídico da campanha da presidente Dilma Rousseff (PT), Flávio Caetano. Segundo ele, trata-se da denúncia mais grave até este momento da campanha, "porque além de mostrar que há um beneficiamento privado de algo que seja público, também há relação da empresa que construiu o aeroporto com doações de campanha ao senador Aécio. Então é gravíssima".

Leia abaixo reportagem do portal Entrefatos:

PT pede a procurador da República investigar Aécio por peculato e prevaricação
Advogados do partido querem investigação de aeroporto construído em fazenda de parente
Redação Entrefatos - O Diretório Nacional do PT protocolou na tarde desta terça-feira (22) pedido ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para que investigue a construção pelo governo mineiro, quando sob o comando de Aécio Neves, de um aeroporto na cidade de Cláudio, interior do estado. O governo Aécio construiu um aeroporto em área pertencente a um tio, Múcio Tolentino, e investiu R$ 14 milhões em obras no local, além de determinar o pagamento de indenização por desapropriação de R$ 1 milhão a um parente do governador.

O aeroporto não possui autorização para operação da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) e mesmo assim opera, segundo publicou no último domingo (20) a "Folha de S.Paulo". Além disso, o jornal descobriu que as chaves que dão acesso à pista de aviação ficam com a família de Múcio, que é tio-avô de Aécio. O senador e candidato a presidente do PSDB possui uma fazenda a seis quilômetros do aeroporto, passa fins de semana no lugar, embora tenha tentado dizer que o imóvel rural não é seu, e pertence somente ao "espólio de dona Risoleta Neves", sua avó.

Entre as alegações do partido de Dilma, está a possibilidade que Aécio cometeu crime de prevaricação, crime cometido por autoridade contra a administração pública. A petição a Rodrigo Janot pede que o procurador investigue a alegada operação irregular do aeroporto, já que não tem autorização da ANAC. Os advogados pedem também à procuradoria-geral da República que verifique a infração a três artigos do Código Brasileiro de Aeronáutica e dois artigos da Lei de Improbidade Administrativa, além do crime de peculato, previsto no artigo 312 do Código Penal.

O PT pede ainda que o procurador investigue porque o governo mineiro optou pela fazenda de Múcio Tolentino para a construção do aeroporto. "Nota-se que a prevalecer o divulgado pelas matérias, essa parceria público-privada remonta à história familiar do ex-governador", aponta a petição protocolada há pouco pelo PT.

Ontem (21), ao perceber que o assunto não ficaria circunscrito à "Folha de S.Paulo", o PSDB apresentou queixa ao Tribunal Superior Eleitoral, alegando que Aécio sofre "perseguição" do governo Dilma Rousseff, por uso da máquina pública, já que a ANAC afirmou que a operação da pista na fazenda de seu tio Múcio é irregular.




Por Brasil 247

| 16:06 | tópicos: | Veja mais »

O segredo para encontrar um amor de verdade

Diminuir as expectativas ajuda a abrir o leque de possibilidades

Eu quero, mas não acho.? Já perdi a conta de quantas mulheres me repetiram esse mantra! Minha experiência mostra que, quando a gente procura sem trégua e nunca acha alguém que valha a pena, tudo leva a crer que esse objeto de desejo seja uma miragem, uma ilusão. Em vez de fantasiar com Brad Pitt, melhor baixar a régua das expectativas, conforme os experts sugerem no livro que lanço este mês, Mulheres de Sucesso Querem Poder... Amar (Gente). Se encarar o homem atual com os pés fincados no chão, abrirá o leque de possibilidades na pirâmide dos relacionamentos.

No meu tempo de solteira, saía com uma amiga que decidia se ia paquerar ou não o sujeito conforme o sapato que ele usava. Reduzia as chances, concorda? Foi há 20 anos, mas não faz muito tempo li o texto de uma jornalista que desprezava homens de sapatênis. Isso é mesmo tão importante? Depois você dá de presente sapatos melhores ao seu eleito, ora.

Hoje, observo que os obstáculos para uma mulher achar sua cara-metade se tornaram bem mais refinados do que gostar ou não do sapatênis. Superar o principal deles, na minha opinião, exige uma guinada de 180 graus: precisamos desativar mentalmente aquele protótipo de companheiro ideal construído com a mãe e as amigas. Foi-se o tempo em que era preciso ligar-se a estereótipos de gênero, pois os dois sexos já alternam códigos e papéis com maior naturalidade. Farejadores de tendências do mundo todo cantam essa bola ao detectar que homens e mulheres se misturam mais, que não há a mesma diferenciação social de antes. Não quero dizer que são iguais. A genética nem permitiria. Mas que o horizonte está ficando mais unissex, ah, está.

Homem faz isso, mulher faz aquilo

Foi dormir na sua casa e usou seu creme? Também não é o bastante para tirar conclusões sobre a preferência sexual do sujeito. Como trazemos na memória muito do que ouvimos desde a infância, certos estigmas ficaram mesmo arraigados. Só que vivemos outros tempos: de diversidade, de flexibilidade, de parceria (não queremos mais um provedor, e sim um cuidador).

É um perigo para quem busca um relacionamento afetivo nos moldes modernos repetir o discurso retrô de que "homem faz isso, mulher faz aquilo; homem é assim, mulher é assado". Desculpe a franqueza, mas as exigências rígidas de como o outro deve ser ou agir são um convite a passar as próximas sextas-feiras vendo sozinha pinguins e golfinhos acasalando no Globo Repórter.

Na minha casa, meu marido detesta dirigir, eu domino o volante. E lá se vão 15 anos de motorista-chefe! Em compensação, até hoje eu não sei fazer café; ele prepara o melhor do mundo. E compra sonhos com recheio de creme para me agradar. Retribuo com beijos.

Infelizmente, é crescente o contingente de mulheres charmosas, inteligentes e guerreiras com dificuldades para encontrar um romance para chamar de seu. É um tal de junta-separa que anda levando as mais cautelosas a nem tentar. E agora? O desafio de cada uma é o de amar e ser amada por esse homem que está aí, mais perto do que imagina, também tentando "se achar".

E o que ele espera da parceira ideal? O psiquiatra Contardo Calligaris me deu a grande pista: que dê permissão para ele desejar coisas que ainda não desconfiava que desejasse, que autorize coisas que ele se proibia. Enfim, que o leve a querer ser um homem melhor. Pronta para esses novos desafios?




Por Tribelas

| 16:03 | tópicos: | Veja mais »

Mulheres se arrependem do que fazem e homens do que não fazem

Estudo mostra que 24% das mulheres se arrependem de ter perdido virgindade com parceiro errado

Mulheres e homens têm arrependimentos sexuais muito diferentes. De acordo com estudo da Universidade do Texas em Austin, nos Estados Unidos, elas se arrependem do que fizeram, enquanto eles do que deixaram de fazer. Os dados são do jornal Huffington Post.

O levantamento contou com dados de três pesquisas, sendo que uma delas incluía mais de 24 mil participantes. Constatou-se que 24% delas lamentam ter perdido a virgindade com parceiro errado, 23% de terem traído parceiro atual ou anterior e 20% de se envolverem sexualmente muito rápido.

No caso deles, 27% reclamam por deixar passar parceira sexual em potencial, 23% por não terem sido mais sexualmente aventureiros na juventude e 19% de não terem sido mais sexualmente aventureiros quando solteiros.

“Não duvidamos de que as normas sociais desempenham um papel importante no arrependimento sexual”, disse o autor do estudo, Andrew Galperin. Segundo ele, padrões culturais esperam mais atividade sexual dos homens e menos sexo casual das mulheres.




Por Terra

| 15:51 | tópicos: | Veja mais »

Entenda por que dormir demais deixa as pessoas com sono

Horas extras na cama interrompe rotina do sono e quebra ciclo de repouso, o que causa ainda mais exaustão

Dormiu mais do que o normal na noite passada, mas continua cansado? Pois é, ao contrário do que se imagina, ter horas extras de sono pode não ser a cura para o cansaço. Isso porque o corpo funciona dentro de uma rotina de sono e está adaptado e acostumado com esta consistência. Ficar mais tempo na cama interrompe justamente este ritmo já estabelecido. As informações são do site The Huffington Post.

Segundo Michael J. Breus, especialista da Academia Americana da Medicina do Sono, a média de um ciclo de sono é de 90 minutos, o que significa que as pessoas têm aproximadamente cinco etapas dessas durante uma noite de 7,5 horas de repouso. Portanto, quem fica uma hora a mais na cama além do que está acostumado desperta no estágio 3 ou 4 deste ciclo, que representa o sono profundo. Além de ser mais difícil acordar nesta fase, é a interrupção desta etapa completa que deixará a pessoa exausta e desanimada durante todo o dia. "Vale lembrar que quantidade não é qualidade. Você pode dormir muito e ainda ser estar privado de um bom sono", afirma o especialista.

Para ter uma qualidade melhor de sono, o ideal é marcar o horário que precisa levantar da cama de manhã e diminuir 7,5 horas para assim encontrar o tempo certo de ir dormir e poder completar os cinco ciclos completos durante a noite.



Por Terra

| 15:44 | tópicos: | Veja mais »

Candidatos à reeleição deverão polarizar disputa à Casa de Tavares Bastos em Arapiraca

Os deputados estaduais Ricardo Nezinho (PMDB) e Severino Pessoa (PPS) já estão com seus blocos nas ruas e deverão protagonizar uma disputa acirrada em busca de votos para reconquistarem suas cadeiras na Casa de Tavares Bastos nos próximos quatro anos.

Nezinho, que tenta o terceiro mandato consecutivo na Assembleia, tem garantida a “bênção” da prefeita Célia Rocha (PTB) e do seu secretariado. A garantia do apoio ao deputado foi oficializada recentemente pela própria prefeita durante uma reunião com representantes da Facomar em Arapiraca.

Por outro lado Severino Pessoa corre em busca do seu segundo mandato. Mesmo sem o apoio da prefeita e seguindo carreira solo, Pessoa tem se consolidado como liderança do segundo maior grupo político de Arapiraca e poderá surpreender nas urnas, principalmente pela quantidade de lideranças formadas nos últimos anos na região.

Na disputa para a Casa de Tavares Bastos outros nomes de peso também buscam um lugar ao sol. Um deles é o do vereador Tarcizo Freire (PSD), que tenta estrear sua carreira como deputado estadual. Outros nomes que merecem destaque são Alves Correia (PTB) e Cícero Valentim (PPS), que buscam voltar ao Legislativo Estadual, onde já representaram Arapiraca em outros momentos; o advogado Rodrigo Cunha (PSDB), filho da ex-deputada Ceci Cunha e ex-diretor do Procon Alagoas; além do empresário Irmão Aremilton (PT do B), Kleverton Tenório (PT) e Petrônio Avelino (PSOL).




Por Minuto Arapiraca

| 15:37 | tópicos: | Veja mais »

Benedito de Lira: “Eu quero saber quem tem mais telhado de vidro”

“Eu quero saber quem tem mais telhado de vidro”. A frase é do senador Benedito de Lira (PP) e foi dada em entrevista a repórter Luciana Martins do jornal Tribuna Independente.

A declaração por si só mostra que a campanha deve “esquentar” nos próximos dias, principalmente entre as três candidaturas que estão nas primeiras posições das pesquisas mais recentes.

A colocação de Benedito de Lira é uma resposta aos bastidores políticos de campanha. Já existe muita informação sendo veiculada por redes sociais. Uma novidade é o compartilhamento de vídeos “bem humorados e recheados de denúncias” pelo WhatsApp.

Vem de todos os lados. São acusações contra as três campanhas: Benedito de Lira (PP), Renan Filho (PMDB) e Eduardo Tavares (PSDB). Informações – muitas vezes – impublicáveis. A central de boatos também já está a postos. De todos os lados.

Benedito de Lira pretende partir para o ataque? Cedo para afirmar. Mas, as declarações do senador pepista mostra que está pronto para o clima de guerra, caso este aconteça.

Em entrevista à Tribuna Independente, o pepista disse que a ideia é fazer uma campanha “tranquila”, mas que “tudo terá resposta”. “Se entrarem nesta linha, terá resposta. Eu sacudo a pedra no primeiro telhado que vai ficar esbagaçado. Para mim vale o respeito, a decência, e acima de tudo o compromisso com Alagoas”. Benedito de Lira afirma que não vai para um vale tudo.

Aguardemos o clima da campanha...




Por Blog do Lula Vilar

| 15:36 | tópicos: | Veja mais »

A Missão Impossível de Nonô de fazer Aécio vencer Dilma no Nordeste

Coordenador da campanha de Aécio destaca rejeição de Dilma e "degradação" do PT. Mas admite dificuldades para Aécio no Nordeste

O vice-governador Thomaz Nonô (DEM) anda mesmo empolgado com a nova missão eleitoral que assumiu, após não emplacar a própria candidatura ao Senado em Alagoas. E os números da última pesquisa do Datafolha de intenção de votos para a corrida presidencial lhes deram ainda mais motivos para o entusiasmo. É cada vez mais estreita a distância entre a presidente Dilma Rousseff e o senador Aécio Neves (PSDB), cuja campanha tucana no Nordeste é coordenada por Nonô.

Segundo análise do vice-governador, os números que indicaram Dilma com 36% da preferência do eleitor; Aécio com 20% e Eduardo Campos (PSB) com 8% apontam para um cenário muito favorável a uma eventual queda de Dilma e ascensão do candidato tucano a governador.

Com margem de erro de dois pontos , a pesquisa Datafolha foi uma das últimas amostragens antes da propaganda eleitoral na televisão e no rádio, que começa em 19 de agosto. E o empate técnico de Aécio (40%) com Dilma (44%) em projeção de segundo turno é a cereja do bolo da animação de Nonô. Para ele, o Partido dos Trabalhadores (PT) está desfigurado.

“Eu já tinha visto isso há muito tempo. Eu já disse que se tiver segundo turno o Aécio engole essa Dilma tranquilamente. Porque estou impressionado. Tenho ido mais a São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro, e noto um fenômeno novo. Só tem uma coisa mais rejeitável que a Dilma, é o PT. Isso está impressionante. E você veja como esse partido, ao longo de oito anos, degradou-se completamente. Passou de guardião da ética e da moralidade para o esgoto que é; para o patrocínio dos mensaleiros e essas coisas todas. E isso está se definindo eleitoralmente com muita ênfase”, disse o vice-governador e coordenador regional da campanha de Aécio Neves.

Mesmo com o cenário nordestino historicamente bem mais favorável a Dilma e ao PT, Nonô acredita que a atual diferença de exposição midiática de Dilma com relação aos demais adversários demonstram uma possibilidade de estagnação da presidente, a partir do início do horário eleitoral.

“Imagine quando você tiver a propaganda eleitoral. Porque, quem vai ter novidades a contar vai ser o Aécio e o Eduardo. A Dilma vai fazer o que já está fazendo, através da propaganda institucional do governo. Acredito que ela não vai ter grandes novidades. Acho que ela vai botar o Lula direto”, afirmou Nonô.

Mas o vice-governador acredita até que será um equívoco apostar na exploração da imagem de Lula para salvar o que considera ser uma imensa rejeição de Dilma (35%). E brinca que Lula está como o personagem de desenho animado Wally, invisível em meio ao cenário pessimista.

“Onde está o Lula? Na Copa, ninguém achou. Acredito que ele está numa fase de invisibilidade. Quando começar a campanha, acho que ele vai botar a cara. Mas a minha impressão é de que esse viés de rejeição ao PT também pega ele e companhia limitada”, opinou Nonô.

Dificuldades regionais não desanimam

O coordenador de campanha de Aécio no Nordeste cita o cenário do Estado e Pernambuco como exemplo da complicação que terá em sua missão. Lá, o ex-governador Eduardo Campos concorre à Presidência da República. Mas, segundo Nonô, o desafio é outro. “Em Pernambuco, nosso adversário é a Dilma, não é o Eduardo. O DEM, em Pernambuco, apoia o Eduardo Campos, com o consentimento de todos”, disse o vice do tucano Teotonio Vilela Filho.

“A minha tarefa aqui no Nordeste é a mais complicada, porque o José Serra [PSDB] perdeu [para Dilma em 2010] por mais de 20 milhões de votos na região. Então a gente sabe que é muito difícil ganhar a eleição aqui. Mas você pode trabalhar para ir, paulatinamente, encurtando essa distância. No que conheço mais ou menos bem a famosa, entre aspas, classe política, sei que se o Aécio tiver uma curva ascendente até agosto e setembro, você vai ver muita gente que é Aécio desde menininho, inclusive aqui. Quem viver, verá?”, profetizou Nonô.

Presidente licenciado do DEM em Alagoas, Nonô aponta outro fator que anima a campanha presidencial tucana: a decisão do senador Romero Jucá (PMDB-RR) coordenar a campanha de Aécio em Roraima. “É um peemedebista histórico, líder de todos os governos... Então eu acho que o negócio tá bom! Os meninos já estão começando a farejar para que lado sopra o vento. Estou animado mesmo!”, concluiu.

A pesquisa Datafolha citada nesta publicação está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR00219/2014. O levantamento foi encomendado pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo". Mais informações,



Por Blog do Davi Soares

| 15:34 | tópicos: | Veja mais »

Marina Silva: um nome ausente no palanque da aliança PP/PSB de Alagoas

Uma ausência sentida no primeiro evento de campanha do senador e candidato ao governo do Estado de Alagoas, Benedito de Lira (PP): a ex-senadora Marina Silva, que é vice na chapa presidencial encabeçada por Eduardo Campos (PSB). Ela não cumpriu agenda com o partido na Terra dos Marechais.

O PSB está no palanque do PP em Alagoas e – no lançamento da campanha – contou com a presença de Eduardo Campos, mas não de Marina Silva. Naturalmente, diante disto, surgem as especulações nos bastidores políticos sobre a vinda da vice de Eduardo Campos futuramente.

Tudo indica que Marina Silva não hipotecará apoio a Benedito de Lira – apesar do vice ser o socialista e deputado federal Alexandre Toledo (PSB) – e dará apoio a uma candidatura ao Senado Federal que é de fora do grupo do PSB: a vereadora Heloísa Helena (PSOL).

Mais uma das “circunstâncias políticas” criadas na frente de Benedito de Lira. Lira evitar fazer oposição a Dilma Rousseff (PT) no Estado, apesar de ser o palanque de Eduardo Campos. O candidato ao Senado Federal da chapa é o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas, Omar Coêlho (Democratas).

Omar Coêlho – por sua vez - deve defender, por determinação do partido, a candidatura presidencial de Aécio Neves (PSDB) e não ter o apoio de Marina Silva. Em resumo: uma chapa de alianças locais que não se alinha em projetos nacionais.

A ausência de Marina Silva não chega a prejudicar a candidatura ou campanha do democrata Omar Coêlho, nem de Benedito de Lira, mas não deixa de ser uma ausência importante e um fato curioso, ainda mais se Marina Silva pedir votos – como já chegou a fazer em 2010 – para a vereadora Heloísa Helena.

De acordo com informações de bastidores, Marina Silva teria trabalhado pessoalmente para barrar o nome de Alexandre Toledo (PSB) na disputa pelo Senado, o que ajudou a Toledo ser colocado como vice da chapa. Isto diminui o desconforto da vice de Eduardo Campos apoiar um nome fora da aliança local com Benedito de Lira.

A aliança com Benedito de Lira também teria sido sacramentada sem o apoio de Marina Silva. No fim de semana, Campos e Marina Silva cumpriram agenda no Ceará, lançando a candidatura de Eliane Novaes (PSB). Por lá, ela teria dito a amigos próximos que não subiria no palanque alagoano. Esta seria uma tarefa isolada de Eduardo Campos.

Marina Silva é uma força política considerável. Em 2010, quando se candidatou a presidência da República – ainda pelo PV – ela teve mais de 160 mil votos em Alagoas. “Marina é uma força que, infelizmente, não vem pro Biu, não somará a ele”, confidencia um de seus principais aliados. Esta questão afetará o PSB local? Será uma ausência a ser indagada? O andar da campanha é quem vai dizer. Por enquanto, o senador Benedito de Lira – como se observa nas mais recentes entrevistas – foge das questões nacionais, quando o assunto é política, e prefere dizer que o foco é Alagoas.

No entanto, não deixa de ser um fato curioso o palanque dividido. Se fará diferença ou não na campanha local, aí é outra história. Adversários de Lira “comemoram” a não vinda de Marina Silva e o apoio dela a Heloísa Helena.




Por Blog do Lula Vilar

| 15:31 | tópicos: | Veja mais »

Prefeitos anunciam apoios. Eleição para o Senado é tiro curto

A eleição para o Senado Federal é uma corrida de tiro curto, tipo 100 metros livres. Para alcançar o pódio – nesta eleição teremos apenas uma vaga em disputa – é preciso construir alianças que garantam um tempo razoável de propaganda eleitoral gratuita, material gráfico que valorize o candidato e, fundamentalmente, apoios e alianças de lideranças políticas.


Nestes quesitos o senador Fernando Collor (PTB) larga na dianteira. Além de liderar pesquisas divulgadas até agora e de ter o maior tempo na propaganda eleitoral gratuita - 4m18s de tempo de TV e rádio – ainda vem somando novos apoios.


Esta semana os prefeitos de Barra de São Miguel, Zezeco (PP), e o de Palmeira dos Índios, James Ribeiro (PSDB) - que é cunhado do líder do governo na Assembleia , deputado Edval Gaia (PSDB) -, vão anunciar apoio a Collor. A regra básica da política é somar apoios, jamais dividir.


Por outro lado, a vereadora Heloísa Helena (PSOL), que também encara essa corrida, terá exíguos 27 segundos. Ainda terá que diminuir desse tempo, creio, a vinheta de abertura e de encerramento, o que significará numa perda de mais cerca de 5 segundos. É muito pouco tempo para se comunicar com o eleitor, expor ideias e propostas.


Some-se a isso o fato de que ela não construiu uma política de apoios e alianças como fez quando foi candidata eleita para o Senado junto com Ronaldo Lessa, em 1998.

Entretanto, Heloísa pode conquistar, nos próximos dias, o apoio do ex-governador Manoel Gomes de Barros. Essa possibilidade tem sido bastante comentada no mundo político nas últimas horas. Mano e o seu filho deputado estadual, Nelito, não devem disputar o pleito.

Mano, conforme já publicado no blog do Davi Soares, demonstrou insatisfação com a condução dada pelo governador Vilela na escolha do seu candidato a governador, Eduardo Tavares (PSDB). Ele também revelou dificuldades para se integrar ao grupo de Renan Filho por causa de seusa dversários políticos, Ronaldo Lessa e Fernando Collor.

Fato ou versão saberemos se essa questão Mano-Heloísa será confirmada ou não nos próximos dias.

Bom, Eduardo Magalhães (PSDB) terá 1 minuto. Omar Coêlho (DEM) terá o segundo maior tempo entre todos os candidatos, 2 min e 25 segundos. Deve apostar na conquista do eleitor formado de opinião.

Como já disse, corrida para o Senado é tiro curto, disputa rápida em um só turno. Faltam pouco mais de 70 dias para conhecermos quem estará no pódio pelos próximos oito anos.




Por Blog do Voney Malta

| 15:30 | tópicos: | Veja mais »

Determinado que Maceió retire de bens públicos nome de pessoas vivas

A Justiça Federal em Alagoas determinou a substituição de nomes de ruas, avenidas, viadutos, pontes, escolas e outros prédios públicos que fazem homenagem a pessoas vivas em Maceió. Dar nomes de vivos a bens públicos é proibido pela Lei Federal nº 6.454, de 1977. Mas a lei não é cumprida na capital, como mostrou uma reportagem que citava exemplos de obras públicas que ganharam nome de personalidades alagoanas ainda vivas.

A decisão do juiz Sebastião Vasques de Moraes foi publicada na última segunda-feira (21) e atendeu ao pedido do Ministério Público Federal, feito em 2012, que reforça que há leis específicas para atribuição de nomes de pessoas vivas a obras públicas. Caso haja descumprimento, haverá suspensão dos convênios financeiros firmados entre o Estado e o Município com o governo federal.

A assessoria de comunicação da prefeitura de Maceió informou que não vai recorrer da sentença, mas adiantou que ainda não sabe os novos nomes. De acordo com a determinação, o município tem um prazo de 60 dias para concluir as mudanças dos nomes de 17 locais públicos em seis bairros diferentes.

Veja a lista de obras públicas que devem ter os nomes substituídos
Ruas e avenidas
1- Avenida Corintho Campelo, no Santos Dumont
2- Avenida Dr. Milton Henio Netto de Gouveia, bairro de Antares
3- Avenida Jornalista Márcio Canuto, bairro de Barro Duro
4- Av. Juiz Diógenes Tenório de Albuquerque, bairro de Gruta de Lourdes
5- Av. Ministro Márcio Fortes, no Conjunto Selma Bandeira, bairro de Benedito Bentes
6- Av. Senador Carlos Lyra – Conjunto Luiz Pedro III – bairro do Benedito Bentes
7- Rua Alves Correia, bairro do Benedito Bentes
8- Rua Reverendo Célio Miguel da Silva, bairro de Gruta de Lourdes

Viadutos
1- Viaduto Desembargador Washington Luiz, no Bairro do Farol
2- Viaduto Industrial João Lyra, bairro de Mangabeiras

Escolas Públicas
1- Escola de Ensino Fundamental Luiz Pedro da Silva II, no bairro do Clima Bom
2- Escola Municipal Corintho Campelo da Paz, no bairro Cidade Universitária
3- Escola Municipal Luiz Pedro da Silva IV, no bairro do Tabuleiro
4- Escola Municipal Maria Cecília Pontes Carnaúba, no bairro de Antares

Outros prédios
1- Centro de Tarefas Múltiplas Deputado Federal Benedito de Lyra, no Benedito Bentes
2- Ginásio Poliesportivo Arivaldo Maia, bairro do Jacintinho
4- Ambulatório 24 horas Denilma Bulhões, também no Benedito Bentes



Palmeira dos Índios

1
No interior, em Palmeira dos Índios, a situação não é diferente. Conjuntos habitacionais levam nomes de pessoas vivas.
No interior de Alagoas, a situação não é muito diferente, já que a atual gestão de Palmeira dos Indios decidiu nomear alguns conjuntos habitacionais do programa “Minha Casa Minha Vida” para homenagear pessoas vivas.

Exemplo disto são os conjuntos Edival Vieira Gaia e Jota Duarte. Muito se especulou na época,mas até agora a justiça não tomou nenhuma decisão acerca do caso.



Por Estadão Alagoas com G1

| 15:27 | tópicos: | Veja mais »

Mãe "esquece" bebê de dois meses internado na UTI do HGE há uma semana

Uma menina de dois meses de vida, internada em estado delicado por conta de uma pneumonia no Hospital Geral do Estado (HGE), na última quarta-feira, 16, está prestes a receber alta médica e ser transferida da UTI Infantil para um leito na enfermaria da unidade.

Para que isso ocorra, é necessário o acompanhamento de responsável ou parente do bebê. Mas acriança está sozinha. A equipe de assistentes sociais já está a procura o paradeiro da mãe da criança, identificada como Cícera Bernardo.

De acordo com a assistente social, Noêmia Cavalcante, Cícera deu poucas informações de onde reside em Maceió. "Só sabemos que ela é moradora do bairro Vergel. Estamos atrás dela porque também é necessário a documentação do bebê".

A assessoria de comunidação do HGE não confirma que a criança esteja abandonada. Mas a conselheira tutelar da Região Administrativa II, que abrange o Vergel, Amélia Mendonça, considera que o caso como abandono de incapaz.

"O abandono de incapaz acontece até se a mãe deixa o filho sozinho para sair de casa. A assistência do HGE pode acionar o Conselho para abrigar o bebê, que pode estar ocupando a vaga de outro paciente ou até estar exposto a doenças", explicou.




Por TNH

| 15:24 | tópicos: | Veja mais »

Acusado em golpe milionário é preso

A Polícia Civil de Alagoas prendeu, na tarde de ontem, um homem suspeito de aplicar golpes no Brasil e no exterior que ultrapassam o valor de 30 milhões de dólares. De acordo com o delegado Nivaldo Aleixo, do 9º Distrito Policial, Álvaro Vieira de Melo Cativo, 32, foi preso em flagrante quando saía de um shopping em Maceió.

A polícia chegou até ele após uma denúncia anônima de que ele estaria fechando mais um negócio fraudulento na capital.

O suspeito, natural de Pernambuco, foi levado ao 9º DP para prestar depoimento.

De acordo com informações da Polícia Civil, Cativo vendia cotas de uma empresa registrada no nome dele, a Minerium Ltda, a possíveis investidores. As investigações apontam ainda que ele chegava a vender a outras empresas um minério chamado tantalita, produto composto de ouro. Entretanto, o produto enviado, na verdade, era o terceiro produto do minério, que já não tem validade no mercado.

“A uma empresa dos Estados Unidos ele [Cativo] vendeu 26 milhões de dólares em minério. A outra, na China, o negócio foi de 6 milhões de dólares. Ele fez negócios fraudulentos em várias partes do mundo e também no Brasil” afirma o delegado.




Por Gazeta de Alagoas

| 15:21 | tópicos: | Veja mais »

Desembargador intima PSDB a provar elegibilidade de Tavares

O desembargador eleitoral André Carvalho Monteiro, do TRE/AL que analisa o pedido de registro da candidatura de Eduardo Tavares (PSDB) ao governo, deu um despacho no processo que tirou o sono de muitos tucanos nos últimos dias. O que magistrado questiona é a elegibilidade ou inelegibilidade, em função da condição especial de ET, que como membro do Ministério Público Estadual tem legislação diferenciada e restritiva para a atividade político-partidária.

Por conta do despacho do juiz surgiram nos últimos dias boatos sobre uma possível desistência de ET da candidatura ao governo. Apenas boatos.

A coligação e o candidato já apresentaram a sua defesa.

No despacho, data do último dia 18, o desembargador pede que o candidato informe se se licenciou ou não do Ministério Público a partir de setembro de 2013 e que comprove a data de sua filiação partidária, entre outras questões:

DESPACHO

A COLIGAÇÃO UM NOVO JEITO DE FAZER (PSDB / PRB) requer o registro de candidatura de EDUARDO TAVARES MENDES para concorrer ao cargo de governador nas Eleições de 2014.

De início, cumpre esclarecer que pode a Justiça Eleitoral examinar, de ofício, a satisfação das condições de elegibilidade e causas de inelegibilidade, conforme entendeu o TSE no julgamento do AgR-REspe nº 177-23/RJ (rel. Ministro DIAS TOFFOLI, publicado na sessão de 29.11.2012).

Assim, ao analisar previamente a documentação apresentada, determino, de ofício, e sem prejuízo de outras diligências instrutórias, que o candidato seja intimado, com cópia deste despacho, para, no prazo de 03 (três) dias, providenciar o que segue abaixo:

a) informar se foi licenciado ou afastado das funções inerentes ao cargo de procurador de justiça do Ministério Público de Alagoas no período de 1º de setembro de 2013 a 4/4/2014, apresentando, em caso positivo, documentos que comprovem a informação; em caso de ter ocorrido qualquer evento dessa natureza (licença ou afastamento) naquele período, informar se o candidato auferiu subsídios do seu cargo de agente ministerial público, ou oriundo de outra instituição governamental e/ou se não recebera remuneração alguma;

b) cópia de documentos provenientes do FILIAWEB, que tratem da denominada lista/relação interna, em que conste eventual tentativa do PSDB de alterar ou ratificar a data de filiação do Sr. EDUARDO TAVARES para o dia 14/3/2014;

c) cópia de eventual documento protocolizado na Secretaria do TSE, do TRE/AL e/ou no Cartório Eleitoral da 20ª Zona (Traipu), em que o requerente ou o PSDB tenham, em qualquer dia dos meses de março a junho de 2014, informado ou reclamado à Justiça Eleitoral acerca da existência de “problemas operacionais” que tenham impedido ou dificultado o registro da filiação de EDUARDO TAVARES como ocorrida no dia 14/3/2014, no Sistema FILIAWEB; conforme noticiado às fls. 49-50 (Protocolo TRE/AL nº 10.479, de 10/7/2014, assinado pelo representante legal da Coligação UM NOVO JEITO DE FAZER (PSDB / PRB).

Por fim, faculto ao candidato e a sua coligação a apresentação de qualquer esclarecimento quanto a esses fatos, a ser exercida também em 3 dias.

Publique-se, intime-se e cumpra-se.

Maceió, 17 de julho de 2014.

ANDRÉ CARVALHO MONTEIRO

Quanto ao prazo de filiação partidária , recentemente publiquei aqui (http://wp.me/p2Awck-1K1) opinião do advogado Adriano Soares, especialista sem direito eleitoral, que reproduzo sinteticamente a seguir. Soares assegura que não há dúvidas sobre a elegibilidade de ET,

A partir daquela lei, quem filia é o partido, sem precisar de homologação da Justiça Eleitoral. Deixou a filiação de ser “extrapartidária” ou “exopartidária” para ser “intrapartidária” ou “endopartidária”. Deixou de existir o antigo regime de fichas de filiação homologadas para o regime das listas de filiação apenas INFORMADAS à Justiça Eleitoral, duas vezes ao ano: maio e outubro.

Se o partido deixa de informar corretamente as mudanças ocorridas nas listas anteriores, pode haver retificação a todo o tempo, bastando que haja prova de que houve omissão. E há provas. Então, pode haver o “jus esperniandi” de quem quiser, entrando com ação de impugnação de registro. Mas vai perder, porque o ato de ratificação da filiação foi correto. E fico à vontade para dizer isso, porque não sou advogado de Eduardo Tavares nessa eleição. O resto é, sinceramente, conversa para boi dormir. É isso, caro Edvaldo. Um abraço”



===

Publicado em 18/07/2014 no Publicado no Mural, às 14:50 horas, página 3º andar

REGISTRO DE CANDIDATURA Nº 922-90.2014.6.02.0000

Requerente: COLIGAÇÃO UM NOVO JEITO DE FAZER (PSDB / PRB)

Candidato: EDUARDO TAVARES MENDES

Relator: Des. Eleitoral ANDRÉ CARVALHO MONTEIRO

Des. Eleitoral Relator



Por Gazeta Web

| 15:19 | tópicos: | Veja mais »

últimas notícias